balao 0

Um rosto em uma lata

por admin

09.out.2012

A história é simples: o artista My Dog Sighs não queria envelhecer após o nascimento do filho. A solução: criar rostos humanos em latas de alumínio.

O Resultado: Mais de 100 latas pelas ruas de Southsea na  Inglaterra, na galerias de arte e pelo mundo afora. Um projeto que já existe há 10 anos.

“Com o nascimento do meu filho, entrei em pânico por sentir que estava envelhecendo e comecei a fazer peças de arte ilegais”. Diz My Dog SighsMas esse trabalho trouxe outro sentimento pouco agradável ao artista: a culpa por vandalizar propriedade alheia.

My Dog Sighs então procurou outras opções e encontrou uma lata amassada no meio da rua. “Eu estava à procura de um material gratuito para poder iniciar o meu projeto”, conta. Assim, há dez anos atrás, nasceu o “Free Art Friday”.

Desde 2002 o responsável por este projeto pinta traços humanos nas latas de sopa e de feijão, por exemplo, dando-lhes uma nova vida. Desenhando um rosto ou apenas os olhos, My Dog Sighs afirma que o tempo que leva para pintar cada lata não é o mais importante, podendo demorar “uma hora, um dia ou uma semana”.

Ao longo destes anos, a série Canman foi aumentando, com mais de cem latas que tem sido utilizadas como telas de arte urbana.

My Dog Sighs usa a emoção para pintar os rostos nas latas e revela: “Eu me surpreendo com o resultado”. Diz que nunca sabe o que sairá. Há sempre um ar melancólico nas suas peças, fazendo-as chorar, desenhando algumas lágrimas. “Eu espero que ao passarem por elas, as pessoas sintam o seu coração sendo puxado pelas latas”, confessa.

 

 

 

Veja mais: http://www.mydogsighs.co.uk

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *